Jornalista Chico Maria morre aos 92 anos de problemas cardíacos em Campina Grande
Rede Social

Paraíba

Jornalista Chico Maria morre aos 92 anos de problemas cardíacos em Campina Grande

Publicado em 13/02/2022 10h00

O jornalismo paraibano está de luto. Morreu na manhã deste domingo (13), em Campina Grande, o jornalista e ex-apresentador de TV, Chico Maria. O jornalista tinha 92 anos e estava internado desde a semana passada na UTI do Hospital Santa Clara, em Campina Grande, onde tinha sido levado em função de problemas cardíacos, depois de sofrer um infarto.

Chico Maria marcou época no jornalismo impresso e televisivo da Paraíba, com passagens pela TV Borborema, TV Paraíba e Cabo Branco, ambas afiliadas ao grupo Globo.

Segundo familiares, o sepultamento de Chico Maria ocorrerá na tarde deste domingo.

O prefeito de Campina Grande, Bruno Cunha Lima, lamentou a morte do jornalista. “Campina Grande perde uma das grandes referências nas letras, na advocacia e na sua história de um modo geral, pelo expoente que foi Chico Maria. Ao mesmo tempo em que lamento sua morte, levou meus sentimentos a toda sua família pela grande perda, nessa hora de dor”, lamentou.

Em nota, a Associação Paraibana de Imprensa lamentou profundamente o falecimento do jornalista Chico Maria.

“O jornalista tinha mais de 90 anos e marcou época na TV paraibana nos anos 70 e 80 apresentando o programa Confidencial na TV Borborema, onde entrevistava personalidades brasileiras. A forma firme e ética de perguntar o diferenciava.

Antes de se destacar na TV, Chico Maria, que era delegado, iniciou a carreira jornalística publicando crônicas no Jornal Diário da Borborema. Chico atuou também na TV Cabo Branco, afiliada da Globo em João Pessoa, apresentando o “Paraíba Meio Dia”, juntamente com o jornalista Nonato Guedes, mantendo o estilo polêmico e irreverente de perguntar, o que lhe valeu a consagração popular.

A API se solidariza com familiares e amigos próximos pela perda, e ressalta que o estilo e a inteligência de Chico Maria faz muita falta ao jornalismo nós tempos atuais.”